15 de julho de 2012

COMENTANDO

Ah! vida incerta e cheia de surpresas.
Final de semana trágico para tantos.Em quantos lares nesta hora a dor da separação de alguém querido, deixa rostos inchados de chorar. A tristeza de repente  entrou e instalou-se e só tempo a fará ir embora.
Transporto-me mentalmente  ao lar daqueles  que retornaram dos cemitérios após o sepultamento de um esposo, pai, mãe, irmão, filho.
Os acidentes de final de semana são mais constantes sobretudo pela bebida, velocidade e também pelas fatalidades.
Espiritualmente estou ligada as mães e esposas, parentes e amigos, entretanto além da dor da morte, outra dor maior é a decepção de alguém que amamos e que de repente  é condenado pela justiça e cujos crimes  clamam aos céus.
É como se eles tivessem morrido , mas continuam vivos sofrendo diante de nossos olhos.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog