14 de setembro de 2012

AINDA É TEMPO


TEOLOGIA DA PROSPERIDADE.
Alastra-se a prática da teologia da prosperidade em diversas igrejas neopentecostais no mundo cristão.
É um movimento  religioso surgido nas primeiras décadas do século XX nos Estados Unidos da América . Sua doutrina afirma , a partir da interpretação de alguns textos bíblicos em Gênesis , Marcos e Lucas , que os que são verdadeiramente fiéis a Deus devem desfrutar de uma excelente situação financeira .
Na década de  80 o Brasil foi tomado por um movimento que atraiu  e ainda atrai milhares de pessoas para as igrejas evangélicas, mas pouca gente conhece a fundo a história da teologia da prosperidade.
A prova de que a Teologia da Prosperidade tem atraído cada vez mais fieis é o crescimento das igrejas neopentecostais dentre elas: Universal do Reino de Deus, Graça , Mundial  Renascer  em Cristo.
Algumas Igrejas pentecostais também estão entrando nessa linha e, um exemplo disso são as recentes pregações de um dos maiores ícones deste seguimento o pastor Silas Malafaia.Outro ícone do pentecostalismo que aparece nos sites de busca como simpatizante dessa doutrina é o Pastor Marco Feliciano que nega ser um defensor da Teologia da Prosperidade.Diz ele: Não sou adepto teologia.Ela não pode ser comparada com a Prosperidade que vem da Teologia .Apesar de crer que a prosperidade é um Dom de Deus, Feliciano diz que é contra a massificação desse ensino que  usado como método abusivo  de colheita , tipo lavagem cerebral, para enganar os incautos pode causar danos irreparáveis.
Enquanto muitas pessoas acreditam e correm para as igrejas em busca de saúde e bênçãos materiais, estudiosos e pastores caminham na contramão tentando alertar  os perigos que esses ensinamentos podem trazer.
A busca desenfreada da prosperidade material descaracteriza a realidade de nossa permanência efêmera na terra e corre o risco das pessoas esquecerem de que dinheiro, bens e posse não serão contabilizados para a vida eterna.

Muito cuidado minha gente ! Cuidado  mesmo!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog